ABRAÇO/BA presente em encontro de radialistas comunitários na cidade de Ruy Barbosa.

Compartilhe

Dia  21 de fevereiro, a cidade de Rui Barbosa com o apoio da  Igreja  Católica (Diocese),  da emissora  comunitária  Esperança, em parceria com a Prefeitura Municipal, foi palco de mais um encontro das associações responsáveis pela gestão das rádios comunitárias na região. 25 representantes de  emissoras de várias cidades do estado participaram do debate trazendo experiências e ações para compartilhamento.O evento teve em sua abertura a fala dos representantes da ABRAÇO/ BA , SECOM/BA, Conselho de Comunicação do Estado da Bahia, Sr. Jairo Bispo dos Santos, Presidente, falou sobre os avanços das políticas publicas defendidas pela ABRAÇO/NACIONAL  em Brasília, bem como a necessidade da mudança da lei 9612 /98   “A Campanha por uma Nova Lei de Rádios Comunitárias no Brasil está ganhando cada vez mais força”. Jairo ainda citou o motivo para as mudanças.  “Que seja fomentadora da democratização da comunicação no país a partir do fortalecimento como órgão local de comunicação radiofônica, para promover o desenvolvimento sustentável local. Infelizmente, nesses 16 anos de existência da Lei, não foi possível mudar uma vírgula sequer do projeto aprovado pelo Congresso Nacional, mesmo havendo dezenas de Projetos de Leis em tramitação na casa.” Concluiu.

Sobre  ECAD – Escritório Central de Arrecadação de Direitos Autorais. Enfatizou “A Abraço (Associação Brasileira de Radiodifusão Comunitária) considera legítimo o direito das emissoras que zelam pela cultura e serviços prestados às suas comunidades no Brasil, não serem cobradas por um órgão que tem total interesse comercial.  Nos debates sobre o assunto foi sugerido que as emissoras não gerem o autoral preenchendo sua programação com conteúdos locais.

20160221_101335

Edmundo Filho, Coordenador de rádio da Secom/Ba, citou as política publicas realizadas pelo setor em favor das emissoras comunitárias no estado da Bahia. Sobre a disponibilidade de oficinas para o aperfeiçoamento dos profissionais. E do tramite de um convenio onde as emissoras do estado seram cadastradas.

20160221_103628

Klenio Kirk membro do Conselho de Comunicação do Estado, citou a importância do mesmo para consolidação da democratização da comunicação no pais. Falou sobre o Plano de Comunicação do estado e a inserção das Rádios Comunitárias no mesmo.

Ao final do evento Jairo enfatizou a necessidade da filiação das emissoras a entidade como forma de fortalecimento.